Novo artigo sobre melhorias a serem adotadas na Triagem Neonatal da Fibrose Cística.

A adequada conduta para a realização da Triagem Neonatal para Fibrose Cística obtém cada vez mais destaque na comunidade internacional. Um artigo publicado, em agosto de 2015, por pesquisadores do Departamento de Saúde do Estado de Nova Iorque destacou os principais fatores responsáveis por causarem interferências nos resultados, dentre eles:

  • O algoritmo ou conduta laboratorial vinculada ao uso de valor de corte (cut-off) fixo;
  • Valores de concentração de IRT afetados pela idade do recém-nascido em relação à coleta;
  • Raça e sexo do recém-nascido;
  • Estações do ano ou mudanças climáticas, dependendo das regiões;
  • Variações no lote do fabricante.

Essa evidenciação dos interferentes reforça a importância do uso do percentil para classificar de maneira mais precisa as amostras na rotina e, consequentemente, evitar um número elevado de casos falsos positivos, do aumento dos custos operacionais com exames confirmatórios, do aumento do número de atendimentos e acompanhamentos de casos envolvendo a equipe multidisciplinar, além do estresse familiar.

A INTERCIENTIFICA é pioneira ao oferecer um sistema totalmente automatizado, multiplex, possibilitando reduzir a influência destes interferentes, realizando de forma simplificada a análise dos resultados de IRT por meio do uso e cálculo do percentil.

Para mais detalhes sobre os nossos produtos, entre em contato pelo telefone (12) 3949-9700, e-mail: ic@intercientifica.com.br ou site: www.intercientifica.com.br

Para maiores informações a respeito do trabalho realizado no Estado de Nova Iorque :

Kay DM1, Maloney B, Hamel R, Pearce M, DeMartino L, McMahon R, McGrath E, Krein L, Vogel B, Saavedra-Matiz CA, Caggana M, Tavakoli NP. Screening for cystic fibrosis in New York State: considerations for algorithm improvements. EUROPEAN JOURNAL OF PEDIATRICS · AUGUST 2015 · DOI: 10.1007/s00431-015-2616-3 · Source: PubMed

 

31.08.2015